domingo, 1 de janeiro de 2012

Tem gente que é capaz de morrer pelos outros; não sei se funciona comigo não, viu? Meu amor próprio não deixa. Eu penso em mim para depois, se der, pensar no próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário